available from
MAY 19 | 10 a.m.

(GMT-3 BRAZILIAN TIME)

watch until
MAY 20 | 10 a.m.

(GMT-3 BRAZILIAN TIME)

opening
SESSION

 

TRIBUTE TO MOUFIDA TLATLI

Tunisiana, Moufida Tlatli é creditada como a primeira mulher árabe a dirigir um longa-metragem de ficção no chamado mundo árabe. Os silêncios do palácio, lançado em 1994, além de ser um marco histórico, destaca-se  pela estética refinada e por abraçar tantas camadas sociais, políticas e estilísticas utilizando o melodrama para lidar com todas essas estruturas.

Há várias referências à independência da Tunísia que caminham em paralelo a um território fortemente dividido por hierarquias de classe. Vemos os corpos de mulheres sendo significados pelos olhares de sempre e ressignificados pela própria diretora. Vemos uma adolescente perder sua inocência. E no meio de tudo isso, vemos a falsa ilusão de liberdade dentro de um combo liberal.

Os silêncios do palácio foi o seu primeiro filme e, no decorrer  de sua vida, Moufida Tlatli realizou mais dois longas-metragens: The Season of Men (2000) e Nadia and Sarra (2004).

A cineasta faleceu neste ano, com 73 anos de idade, em decorrência da COVID-19. É por sua importância na cinematografia árabe, especialmente na cinematografia árabe realizada por mulheres, que rendemos esta homenagem. Nesta edição, apresentamos Os silêncios do palácio como filme de abertura, disponível por apenas 24hs. Teremos um debate com a pesquisadora e cineasta Viola Shafik, e contaremos, em nosso catálogo, com a tradução de uma entrevista realizada com Moufida Tlatli pela pesquisadora, professora e realizadora Laura Mulvey, publicada originalmente na revista Sight and Sound, em 1995.

________________________________________________________________________________________________________________________________________

SHAFIK, Viola. Arab Cinema: History and Cultural Identity. Cairo, Egito: The American University in Cairo Press, 1998.

 

 

01.jpg

THE SILENCES OF THE PALACE

SAMT EL KOUSSOUR

(Tunisia, 1994, 127’)

directed by

*available only in Brazil

parental rating +12 YEARS

SYNOPSIS

Alia, 25, is fed up with singing at weddings. After the humiliation of an umpteenth contract as a professional singer she expresses her disappointment with her life and her unspoken resentment for the fact that Lofti, who has lived with her for ten years, has never wanted to marry her and refuses to recognize the child she is carrying. The announcement of the death of Prince Sid Ali, a former bey, suddenly plunges her back into the past.